Uma Breve História...

O Grande Hotel impressiona pelo seu edifício, de estilo neoclássico, silhueta inconfundível nas Caldas da Felgueira. No entanto, a Nascente e a Sul deste edifício, ladeando o rio Mondego, esconde-se outra grande riqueza do Grande Hotel: os quatro hectares de propriedade rústica, hoje em grande parte convertidos em jardins e parques. Nos já remotos anos 40, no Pós Guerra, estes quatro hectares serviram como terreno de cultivo, permitindo que o Hotel fosse em grande parte auto-suficiente no que respeita a legumes. O Grande Hotel dispunha também de uma vacaria, assegurando assim o consumo de leite e manteiga.


Na década de 70, a produção agrícola foi abandonada e, nos anos 90, foram construídos três courts de ténis e um circuito de manutenção, com diversas estações ao longo do caminho da quinta, entretanto arranjadas e dotadas de iluminação. Em 2008, foi construído o mini-golf com 18 pistas que permitem a realização de provas federadas. Nesse processo, foram recuperados os caminhos e muros do percurso.


Em 2013, foram plantadas as primeiras árvores da Quinta Pedagógica, que ocupa a área anteriormente da produção agrícola de legumes. Actualmente, a expansão da horta permitiu a plantação de abóboras e courgettes.


No Grande Hotel criou-se ainda uma tradição do Doce de Abóbora, produzido com os nossos frutos, que poderá ser encontrado em diversas receitas que deliciam a quem por aqui passa.

Comentários

Mensagens populares deste blogue

O que é a Epilação?

DIA DA MULHER ... porque um só dia não chega para esta homenagem.